No artigo de hoje da Série de Visuais do Ubuntued apresentaremos um excelente tema para quem aprecia o visual dos produtos da Apple.

Depois de apresentado o tema MAC OS X Lion Theme for Ubuntu 12.04, verificou-se uma crescente partilha de ambientes por parte dos utilizadores com semelhante aspecto (ver aqui e aqui), revelando desta forma uma certa preferência por este estilo. A equipa do Ubuntued partiu então à procura de um tema que tornasse o aspecto do Lubuntu o mais parecido possível com o tema do Mac OS X da Apple.

Este é um tema que não deixará nenhuma expectativa por realizar, podemos até dizer que dá ao Lubuntu um toque de Mac. No entanto, o Ubuntued não se esquece dos computadores menos poderosos, apresentando no final do artigo, uma configuração alternativa do compositor gráfico (um mais simples e mais leve, mas com menos funcionalidades) e uma dock com uma maior leveza (embora a diferença de pesos entre uma e outra seja pouca, mas que pode fazer toda a diferença em determinados computadores).


Pré-requisitos

Para poder aplicar este tema, terá de ter o Ambiente Gráfico Lubuntu instalado. Precisa também ter alguns conhecimentos básicos sobre este ambiente, conhecimentos estes que podem ser adquiridos com uma consulta a este tópico no Fórum Ubuntued. Para ter o Lubuntu no computador, basta instalar o seguinte pacote:

sudo apt-get install lubuntu-desktop

Transferência e Instalação de temas

GTK

Para modelar o GTK foi considerado o tema Adwaita Cupertino, já que permite tanto ao GTK2 como ao GTK3 ter um aspecto bastante aproximado ao do Mac. Para a sua instalação, terá de adicionar um repositório, por isso aqui fica o comando que efectua todo este processo:

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/themes && sudo apt-get update && sudo apt-get install adwaita-cupertino-gtk-theme

Openbox

Para quem não sabe, o Lubuntu faz uso do Openbox para gerir as janelas. Então ao aplicar-se o tema anterior, podem verificar que o mesmo não aparece na lista de temas para este gestor. Então para dar um aspecto Mac ao Openbox, é necessário descarregar e instalar o seguinte tema:

wget http://dl.dropbox.com/u/72782740/debian/macosx-lxde-0.1-all.deb && sudo dpkg -i macosx-lxde-0.1-all.deb

Painel

Para personalizar o painel, o tema GTK não é suficiente, então é necessário recorrer a uma imagem para lhe dar o aspecto correcto. Descarregue a imagem e guarde-a num local à sua escolha, pois vai ser necessário ir buscá-la mais abaixo no artigo.

Ícones

Para a escolha de ícones seguiu-se a sugestão apresentada por Alwan Rosyidi aquando da aplicação de uma transformação do mesmo tipo ao Lubuntu.

wget http://dl.dropbox.com/u/72782740/debian/mac-lion-icons-0.1-all.deb && sudo dpkg -i mac-lion-icons-0.1-all.deb

Wallpaper

O wallpaper usado também é disponibilizado pelo mesmo autor do tema de ícones e para a sua obtenção terá de aplicar o comando abaixo. Desta forma ficará com os dois wallpapers, presentes no pacote, disponíveis para qualquer utilizador.

wget http://dl.dropbox.com/u/72782740/debian/macosxlion-wallpapers-lubuntu-0.1-all.deb && sudo dpkg -i macosxlion-wallpapers-lubuntu-0.1-all.deb

Implementação de temas

Para implementar os temas acima descarregados e instalados, terá de ir a Menu→Preferências→Personalizar aparência e comportamento. Na aba Widget seleccione o tema GTK denominado por Adwaita Cupertino SL. Clique no botão Aplicar para ver as alterações aplicadas a todo o Sistema.

Dirija-se à aba Tema de ícones e seleccione Lion by MB0SS. Mais uma vez carregue em Aplicar.

Em Contornos da janela seleccione o tema MacOSX-LXDE e mais uma vez clique em Aplicar.

Ainda em Contornos da janela, vá a Barra de título e altere o campo Ordem dos botões para CIMLN.

Feche a janela e vá ao fundo de ecrã. Clique com o botão direito do mouse e seleccione a opção Preferências da área de trabalho. Clique no campo Papel de parede e vá a /usr/share/lubuntu/wallpapers.

Seleccione o ficheiro Andromeda.jpeg.

Efectuadas as alterações, pode fechar a janela.

Clique com a tecla direita do mouse sobre o painel e carregue na opção Definições do painel. Efectue as alterações como é indicado na imagem.

Dirija-se à aba Aparência, deixe tudo como apresentado na imagem. Não se esqueça de ir buscar a imagem para aplicar ao painel.

Em “Applets” do painel é necessário consultar o seguinte tópico no fórum, para saber como lidar com os indicadores. Carregue os applets que são apresentados ou que achar necessários!

No caso do Menu, clique em Editar e no campo Ícone escreva main-menu.

Cairo (Composite Manager e Dock)

Neste tema será necessária a instalação do Cairo Composite Manager e do Cairo Dock. O primeiro serve para gerir a composição gráfica 2D/3D do ambiente. Por sua vez o segundo permite a utilização de uma dock, onde pode gerir as aplicações.

Cairo Composite Manager

Para poder instalar o Cairo Composite Manager terá de adicionar um repositório, copie e cole o seguinte comando:

sudo add-apt-repository ppa:shnatsel/cairo-compmgr && sudo apt-get update

Depois para instalar, poderá fazê-lo copiando e colando o comando, ou então, carregar no seguinte botão:

sudo apt-get install cairo-compmgr

Para configurar o Cairo Composite Manager (no vídeo é possível ver algumas propriedades deste compositor), terá de abrir a consola e digitar o seguinte comando:

cairo-compmgr -c

Nota: Existe um pequeno bug no Cairo Composite Manager que apenas tem aparecido nas aplicações nativas do LXDE, por vezes quando se está no PCManFM e se clica num ficheiro/pasta ou no LxPanel com a tecla direita do mouse, o menu não chega aparecer e é executada a primeira acção do menu! Quando tal acontecer, a solução passa por manter a tecla do mouse premida e soltar quando estiver sobre a opção pretendida!

Cairo Dock

No caso da dock, esta já vem nos repositórios do Ubuntu, bastando usar o seguinte comando para a instalar:

sudo apt-get install cairo-dock

Synapse

O Synapse é um programa ao género do Gnome Do em que o utilizador precisa apenas de premir [Ctrl]+[Espaço] para a activar. O Synapse, tal como o Unity, faz uso do Zeitgeist para procurar ficheiros, aplicações, pastas e até para executar comandos. Mas tal como o Gnome Do, este demonstra que vai aprendendo as preferências do utilizador, ao ponto de ter de escrever uma ou duas letras para lhe sugerir a que pretende!

Para ter uma ferramenta como esta sempre à mão, instale com o seguinte comando:

sudo apt-get install synapse

Pantheon Files

Para ter um ambiente mais parecido com Mac, recomendamos ainda a instalação do gestor de ficheiros do Pantheon denominado por Files. Este gestor que outrora tivera o nome de Marlin apresenta uma interface, que em conjunto com o tema GTK, semelhante ao que se possa encontrar no Mac. Para instalar este gestor, utilize o seguinte comando (tenha em atenção que é um repositório pertencente a um projecto ainda em desenvolvimento, por isso poderá encontrar alguma instabilidade):

sudo add-apt-repository ppa:elementary-os/daily && sudo apt-get update && sudo apt-get install pantheon-files

Configuração de arranque

Para ter a composição, a dock e o Synapse activos desde o arranque, terá de abrir a consola (isto é, LXTerminal) e digitar o seguinte comando:

sudo leafpad /etc/xdg/lxsession/Lubuntu/autostart

Depois na janela que aparecer, é só adicionar as seguintes opções (uma por cada linha): @cairo-compmgr, @cairo-dock e @synapse -s. Quando reiniciarem o computador vai surgir uma questão ao utilizador da parte do Cairo Dock, escolha a opção que for mais conveniente para a sua máquina. Na via das dúvidas opte por usar sem recurso ao OpenGL.

Vídeo

Neste vídeo poderão observar o Lubuntu com aspecto de Mac com as configurações acima mencionadas e o computador possui os seguintes requisitos (Nota: O vídeo não foi acelerado, embora possa dar essa ilusão. Quando se estava a gravar ainda se pensou que ficasse lento, mas o computador esteve à altura do desafio!):

  • CPU: Intel® Celeron 575 @ 2GHz
  • RAM: 2GB
  • Gráfica: Intel® Mobile Express 4 com 64MB

Alternativa mais leve

Para ter um ambiente mais leve, isto é, ficar com ±130MB em vez de ±150MB na RAM (no arranque) e ficar com mais leveza a nível gráfico, pois se notar lentidão através do uso do Cairo, esta será mesmo uma mais valia. Então, neste ponto iremos apresentar uma alternativa aos Cairos (Composite+Dock). Para tal precisa de instalar os seguintes pacotes:

sudo apt-get update && sudo apt-get install xcompmgr avant-window-navigator

Caso tenha adicionado os cairos ao ficheiro de arranque, substituam-nos por: @xcompmgr e @avant-window-navigator.

Depois de iniciarem, instalem o seguinte ficheiro de tema ao Avant Window Navigator. Ficarão com algo assim:

Referências

How To Install Mac OS X Lion Theme On Lubuntu / LXDE
Cairo Composite Manager
Cairo Compositing Manager (PPA)

25 Respostas ate agora.

  1. Hyuristyle diz:

    Excelente! Obrigado!

  2. Eu tenho o Ubuntu 12.04 instalado em uma maq. dual core de 2.2 GHz e 2 GB de ram, modesta com LXDE e XFCE, o unity 3D e2D eu removi do Ubuntu, o sistema ja funcionava bem, mais depois de instalado o tema de Mac OSX no LXDE, melhorou muito. Parabéns ao Luiz Cantoso, o texto muito bem explicado e claro, com paciencia e calma se consegue finalizar a instalação. Como detesto o Unity já vinha tentando varios ambientes gráficos, até que fiquei no LXDE e XFCE e com Mac OSX ficou de primeira. Muito bom trabalho, valeu.

  3. Arthur diz:

    Alguém testou/Funciona no ubuntu 10.10 ?

  4. Elivelton diz:

    O servidor do dropbox está offline arrumar por favor…

  5. somn diz:

    instalei mas nao ficou legal em meu ubuntu 12.04
    como faço para desinstalar?

  6. pinduvoz diz:

    Vou postar minha experiência com o tema no Acer Aspire One AOA110, com Lubuntu 12.04.

    Os cairos não funcionam.

    O xcompmgr funciona, mas sem sombras nas janelas.

    O melhor dock (ou "a" melhor), foi o DOCKY.

    Vou testar com o Compiz e o Emerald, ainda. Pode ser a melhor solução em matéria de custo (desempenho) x benefício (beleza)

    • andretyn diz:

      o xcompmgr tem algumas otimizações via comandos, tenta xcompmgr -cCfF no lugar do simple xcompmgr na linha do fi­cheiro de ar­ranque, subs­ti­tuam-nos por: @x­compmgr -cCfF :)

      • Luís C. diz:

        Olá pinduvoz e andretyn,

        Como sempre existe a possibilidade de ou outro pacote não funcionar, como a variabilidade de cada PC é muita, torna tudo mais complicado. Quanto ao xcompmgr, desde uma versão do X que deixou de apresentar qualquer tipo de sombra (pelo menos nos computadores onde testei, notei isso mesmo).

  7. BC diz:

    Caros,

    E o indicator-appmenu ( http://packages.ubuntu.com/precise/indicator-appmenu ) e indicator-applet-appmenu ( http://packages.ubuntu.com/precise/indicator-applet-appmenu ), vcs conseguiram fazer funcionar no LXpanel?

    Pois eu justo estava pensando em instalar o gnome-panel (ou o mate-panel, ou ainda o xfce-panel, como explicado aqui: http://www.omgubuntu.co.uk/2011/11/xfce-global-menu-plugin-gets-a-ppa ) no topo do meu Lubuntu somente p/ ter esta função.

    *

    E, claro, parabéns pela postagem, belo exemplo de como tornar o sistema bonito s/ precisar gastar muitos milhares de reais (ou de euros) p/ comprar um fresco de um Mac.

    Abraços,

    BC

  8. Cléber Borges diz:

    Parabéns, a personalização é muito bem acabada. Mas caso eu não queira como utilizar essas modificações, como faço para reverter e desinstalar tudo, sobretudo a tela azul onde está escrito "lubuntu" enquanto carrega o sistema após ligarmos o PC. Aguardo sua resposta, obrigado.

    • Luís C. diz:

      Olá Cléber Borges,

      Peço desculpa pela tardia resposta. Em princípio um simples:
      sudo apt-get purge lubuntu-desktop abiword ace-of-penguins blueman catfish galculator gnumeric gpicview guvcview hardinfo indicator-application-gtk2 leafpad lubuntu-core lubuntu-software-center lxappearance lxappearance-obconf lxinput lxkeymap lxlauncher lxpanel-indicator-applet-plugin lxrandr lxsession-edit lxshortcut lxtask lxterminal mtpaint obconf openbox scrot sylpheed sylpheed-doc sylpheed-i18n sylpheed-plugins xfburn xfce4-notifyd xfce4-power-manager xpad xscreensaver

      Removerá o principal, bastando também um:
      sudo apt-get autoremove

      Para limpar o restante.

      Para alterar o Plymouth (tela de login) use o seguinte comando (o sistema do Ubuntued irá converter os dois traços em um, mas em config leva dois traços e não um):
      sudo update-alternatives –config default.plymouth

      Seleccione o tema. Depois é fazer o seguinte comando para actualizar o sistema de arranque:
      sudo update-initramfs -u

      • Hyuristyle diz:

        E pra remover todas as modificações em uma instalação do Lubuntu em sí, sem remover os componentes do Lubuntu; apenas remover as modificações relacionadas com o que foi adicionado para o tema do Mac? No caso de eu querer reverter o tema, mas manter o Lubuntu normalmente. (Uso o Lubuntu) Como seria?

        Obrigado!

  9. Guilherme diz:

    Olá!
    Instalei o ambiente gráfico Lubuntu no Ubuntu 12.04 LTS mas a interface gráfica do sistema não mudou em nada. o que devo fazer?

    Obs: Sou novato no Ubuntu.

    • Na tela de login é necessário escolher qual ambiente gráfico você deseja utilizar, neste caso o LXDE, você tem esta opção clicando no engrenagem ao lado do nome do usuário, antes de digitar a senha para login.

  10. Saulo diz:

    É possível com o Cairo fazer o que aí está demonstrado com o atalho Super+tab (expôr as janelas todas no ecrã) com um simples puxar do rato para um dos cantos do monitor?

    Como tornar o Files no gestor de ficheiros padrão no LXDE?

    Continuem com este fantástico trabalho! ;)

  11. É mais leve que o ambiente normal?
    Obrigado.

    • deividluduvico diz:

      O ambiente normal ocupa cerca de 90MB na inicialização, esse tema ocupa 130MB ou 150MB…

      Mas na minha opinião, se você tem pelo almenos 512MB de Ram o consumo de memória vale apena pelo resultado.

  12. Cláudio Novais diz:

    Este artigo está simplesmente estupendo Luís!!!

    Os meus sinceros parabéns pelo excelente trabalho! O Resultado é incrível pela velocidade que se mostra no vídeo! É incrível como um celeron consegue ter esses efeitos com essa fluidez enquanto grava o vídeo! Fiquei maravilhado e definitivamente será algo que vou experimentar muito em breve!

    Abraço, e espero que venham mais destes! ;)

  13. Ron diz:

    Ótima partilha, Luis!

Deixe um comentario


Pesquisar


Publicidade

  • Forum Do Ubuntued
  • Ubuntu Dicas
  • Ubuntu-BR-SC
  • Tomates Podres
  • Servidores com Ubuntu desde 5$ do mês
  • Anuncie no Ubuntued!