Vista diferente do Liferea

O Liferea é uma cliente de Feeds (RSSs) muito popular na comunidade Linux por ser uma das aplicações clássicas para o seu propósito. A sua interface simples e prática torna-o numa excelente ferramenta para se visualizar as notícias dos nossos sites preferidos.

O Liferea traz funcionalidades como a normal adição e remoção de feeds, exportação e importação de conjuntos de feeds, renderização dos feeds, atalhos de gestão para aumentar a produtividade, entre alguns outros aspetos. Conheça-o neste artigo e veja como o instalar.

O nome Liferea é uma abreviatura de “Linux Feed Reader” e, portanto, tal como o seu nome indica, é uma aplicação para leitura de Feeds para Linux. Esta aplicação aceita os formatos mais conhecidos de feeds, nomeadamente o RSS/RDF e o Atom.

 

Interface do Liferea

O Liferea é uma aplicação livre desenvolvida em C para ambientes Gnome. É portanto uma aplicação extremamente rápida e que simplesmente faz o que lhe é pedido: apresenta os feeds dos sites que queremos seguir.

A sua interface segue a linha normal das aplicações Gnome, ou seja, é uma interface extremamente simples onde são apresentadas apenas as funcionalidades mais importantes. Em todo ocaso, o Liferea tem um bom conjunto de funcionalidades extra que aumentam a produtividade.
Em termos de compatibilidade, o Liferea mostra-se perfeitamente compatível com os feeds uma vez que a par com o GTK, utiliza o Webkit para fazer a renderização das notícias.

Liferea e os respetivos comentáriosMIndicador de mensagens com o Liferea M

Para além disso, o Liferea como é construído para Gnome tem um conjunto interessante de funcionalidades que o fazem integrar-se muito bem no Ubuntu. Por exemplo, o Liferea integra-se automaticamente no indicador das mensagens (imagem acima à direita), mostrando a existência ou não de notícias por ler, conforme as várias vertentes que nós organizamos. Para além disso, o Liferea ainda se enquadra perfeitamente no Unity, mostrando o número de notícias que temos por ler (imagem acima à esquerda).

Ainda sobre a interface, o liferea permite ter diferentes estruturas visuais, umas mais verticais e outras mais horizontais, o que é ótimo para utilizadores que tenham monitores widescreen ou monitores mais quadrados. Veja as diferenças:
Liferea - UbuntuedLiferea, um excelente cliente de feeds RSS

 

Funcionalidades do Liferea

Apesar do Liferea ser uma aplicação Gnome, o que normalmente indica que é uma aplicação simples, na verdade ela traz um conjunto bem interessante de funcionalidades. Uma das funcionalidades mais importantes é o facto da aplicação permitir a leitura de feeds em modo Offline, o que é ótimo para quem nem sempre tem acesso à Internet.

No entanto, apesar do Liferea permitir fazer download dos podcasts, ele não faz download das imagens dos feeds (uma vez que as imagens dos feeds apontam para sites externos, como uma página de internet normal), o que significa que o Modo Offline desta aplicação centra-se apenas na leitura dos textos dos feeds e não na inclusão das imagens. Neste aspeto, o Liferea falha, no entanto, há utilizadores que têm scripts que alegam que resolvem este problema. Ao nível de PodCasts, o Liferea permite fazer download à priori ou então apenas quando o utilizador quiser assistir.
Podcasts Liferea

Este leitor de feeds inclui também um conjunto interessante de atalhos, o que faz aumentar a produtividade na leitura de muitas notícias. Para além disso, o facto de permitir criar pastas torna esta aplicação bem organizada, aliás, até é possível criar sub-pastas para tornar a organização ainda mais objetiva.

O Liferea tem também um sistema de bookmarking, ou seja, permite que se marque as notícias como favoritas para que posteriormente sejam facilmente encontradas. Uma das funcionalidades mais espetaculares do Liferea é o facto de ele permitir apresentar os comentários dos artigos que lemos de forma totalmente automática. O que é bem interessante para vermos o feedback dos leitores do site que estamos a ler.

Há várias outras funcionalidades que podemos alterar para cada feed, nomeadamente qual a regularidade de procura por novas notícias, se queremos notificações de novas notícias, se queremos que o podcast seja transferido para o disco automaticamente (e removido depois de lido), permitir limitar o número de notícias que cada feed pode ter no máximo, se você quiser permite abrir os links das notícias na própria janela do Liferea, entre várias outras funcionalidades.

 

Ecossistema com diferentes dispositivos?

Infelizmente o Liferea não tem soluções para uma possível nuvem privada (sincronização entre dispositivos), o que significa que nativamente você não conseguirá ler notícias no seu Ubuntu e depois continuar a ler outras notícias não lidas num outro dispositivo, por exemplo num tablet, num smartphone, ou até num Windows. Nativamente o liferea não tem esta opção, no entanto, o Liferea permite sincronizar com o Google Reader e com o TinyTinyRSS. Uma vez que o Google Reader está completamente acabado, não é uma hipótese e portanto a única solução passa pelo TinyTinyRSS que não é algo simples de configurar e requer um certo risco de segurança que depende depois de utilizador para utilizador.

Para além de não permitir sincronização, o Liferea não é multi-plataforma, funcionando apenas em sistemas Linux e MacOS (através do MacPorts).

 

Análise Crítica ao Liferea

Começo por dizer o resumo da minha opinião sobre o Liferea: É rápido, bastante completo, mas carece de funcionalidades importantes que o distinguiriam. Se recomendo? Sim, mas novamente não é perfeito.

O Liferea segue a linhagem simplista das aplicações Gnome, o que é uma vantagem para a maioria dos utilizadores do Ubuntu. A aplicação é extremamente leve não só no seu carregamento como esteticamente. As funcionalidades estão praticamente todas elas acessíveis com o clique direito do mouse ou então via Configurações da Aplicação.

O facto de ter uma opção offline, foi algo que se destacou rapidamente quando eu estava a experimentar esta aplicação. Aliás, quando vi que ela também permitia fazer download dos podcasts automaticamente para que se possa ouvir em modo offline, fiquei muito satisfeito. Mas quando fui testar, não fiquei assim tão satisfeito. Infelizmente, o Liferea apenas faz download dos textos e dos podcasts, não fazendo download das imagens apresentadas nos feeds, o que é uma falha relativamente grande. Procurei na Internet e vi que é possível ter esta funcionalidade, uma vez que o Liferea permite adicionar scripts para os feeds, o que me pareceu ótimo. No entanto não testei.

A falta de um sistema de sincronização, na era moderna em que vivemos atualmente é talvez o maior ponto negativo desta excelente aplicação. O facto de não podermos continuar a ler as notícias dos nossos sites preferidos em outros dispositivos é algo que tira bastante valor a esta aplicação. Atualmente qualquer utilizador (quase) tem um smartphone e/ou tablet e portanto este tipo de situações/necessidades ocorrem com uma frequência enorme.

Em todo o caso, quem quiser ter uma coisa destas com o Liferea, poderá construir um servidor pessoal (no próprio computador se quiser) com o TinyTinyRSS que em breve iremos abordar. No entanto, realizar tal procedimento não é algo simples nem 100% seguro uma vez que estamos a abrir uma porta do nosso sistema. Claro que a porta será controlada, no entanto, é sempre um possível ponto de ataque direcionado por hackers mal intencionados.

Apesar destes pontos negativos, o Liferea tem excelentes pontos positivos. O maior destaque vai para a sua velocidade, mas o facto de renderizar perfeitamente as notícias através do motor webkit, o facto de se enquadrar perfeitamente na interface do Ubuntu e as excelentes funcionalidades de produtividade tornam esta aplicação em algo recomendável.

Por fim, como é óbvio, convido-o a adicionar o Ubuntued ao seu Liferea, basta adicionar o seguinte link e manter-se sempre atualizado com as novidades do Ubuntued:

 

3 Respostas ate agora.

  1. muito bom este leitor, usei bastante até descobrir o feedly e o the old reader, porém para off lines este é um dos melhores, junto ao aKregator

  2. Allan Robs diz:

    então bem vindo ao club, nao conhecia o tal do leitor de RSS, porem depois que o conheci, como ficar sem, o do google esta(va) em qualquer pc que tivesse o navegador do google instalado, ai era só logar na sua conta e pronto,
    ma depois de amanha nada mais do leitor do RSS aff, ainda nao achei um substituto

    • Aiton diz:

      Então Allan, acho que todos nós estamos na procura de um substituto para o Reader, mas tá difícil mesmo. Que raiva dessa google, porque não tira do ar o Plus que ninguém usa né? Tiram logo serviços que tem utilidade… Eu estou usando o NetVibes enquanto não encontro nada melhor.

Deixe uma resposta a Allan Robs