Steam OS estará em breve disponível para qualquer um!

A Valve está a apostar muito no Linux e em ambientes comunitários. Inicialmente desenvolveu o Steam para criar um ambiente de comunidade para os fãs de jogos. Rapidamente decidiram disponibilizar jogos não só para Windows, mas também para MacOS e para Linux. Depois de terem lançado o Steam para Linux, houve muitos utilizadores que disseram que havia planos maiores. E de facto havia!

A Valve decidiu publicar informações sobre o seu mais recente investimento: a construção de uma distribuição Linux completamente focada na disponibilização do sistema multimédia Steam. Esta distribuição será chamada de SteamOS e tem o objetivo de trazer o steam para a TV de sala, onde os utilizadores poderão não só jogar as dezenas de jogos atualmente disponibilizadas pelo Steam, mas também assistir a formatos multimédia como jogos, músicas e filmes.

Steam em breve disponível

Ainda não se sabe muito sobre o SteamOS, mas a verdade é que muito provavelmente estará disponibilizado em breve para que os utilizadores possam jogar na sala de estar, através de uma TV. Em princípio, o SteamOS faz parte de um plano ainda mais abrangente, que é uma plataforma completa de jogos, o SteamBox, uma pequena consola capaz de proporcionar o máximo de divertimento a todos os utilizadores.

 

Provavelmente um Ubuntu por trás!

SteamBox com LinuxDevido à forte ligação que a Valve teve com a Canonical, para criar a melhor adaptação possível do Steam ao Ubuntu, há uma probabilidade muito grande de a distribuição SteamOS ser um “remastersys” do Ubuntu adaptado às TVs. Ou seja, na prática espera-se que o SteamOS seja um Ubuntu personalizado para um ambiente totalmente multimédia, um ambiente longe do teclado e mouse e mais aproximado ao comando da TV ou até a uma comando de jogos.

Entretanto, segundo o site OMG Ubuntu, já confirmaram que o SteamOS será baseado no Ubuntu 12.04.

 

O que esperar do SteamOS?

O SteamOS será essencialmente um sistema que irá disponibilizar o Steam em modo “Big Picture” que atualmente já se pode utilizar. Esta funcionalidade de Big Picture é exatamente uma interface adaptada às TVs, uma interface que funciona em FullScreen.

Com base nisso, rapidamente podemos concluir que o SteamOS tem um foco na multimédia: nos jogos, nos filmes, nas músicas e fotografias. Aliás, segundo o site do projeto SteamOS, o foco é exatamente esse, a multimédia. Segundo o site, que você pode aceder no link abaixo, o objetivo é trazer este ambiente à sala de estar, de forma a que a própria família possa participar, como atualmente as consolas de jogos atualmente já o fazem.

Steam Big Picture SteamOS na sua sala de casa

Muitos utilizadores vão dizer, e com razão, que o SteamOS só irá vingar se finalmente o Steam começar a trazer muitos jogos de qualidade. Caso contrário não irá adiantar e provavelmente terá um boom que será diluído no esquecimento dos meses seguintes. Algo que atualmente está a acontecer no próprio Steam tal como demos a conhecer aqui.

No entanto, eses utilizadores poderão estar enganados, visto que cada vez mais há mais promessas de jogos AAA, jogos de alto investimento e qualidade, a virem para o Linux! Exemplos desses jogos são as pérolas da Valve, nomeadamente o Half-Life, Portal e Left4Dead, o grandioso Metro: Last Night e até o Football Manager!
Metro Last Light on UbuntuFootball manager 2014 interface

5 Respostas ate agora.

  1. Ricardo diz:

    Desculpe-me pela ignorância, mas como será a instalação em uma TV? Seria como a firmware que vem de fábrica?

  2. a valve sabe como roubar nossas carteiras!

  3. eddiejunior diz:

    Quebrando um paradígma!

  4. Na verdade, o site OMG Ubuntu (http://www.omgubuntu.co.uk/2013/09/valve-announce-steamos), diz apenas o seguinte:
    "Embora não confirmado pela Valve, fomos informados que o Steam OS é baseado no Ubuntu 12.04 LTS."
    Ou seja, não confirmação, há apenas especulação sem confirmação de que Steam OS é baseado no Ubuntu 12.04 LTS.

Deixe uma resposta a Johhanes Stinfson