Em edições anteriores o Ubuntued apresentou aos seus leitores como instalar o Opera e como partilhar ficheiros através do Opera Unite onde foram reveladas algumas das funcionalidades deste browser. Desta vez o Ubuntued irá apresentar, num único artigo, algumas dicas para que possa expandir o potencial do Opera às suas necessidades.

Tal como fora referido aquando do tutorial de instalação do Opera, este browser tem estabelecido novos padrões e podem ser observadas as suas influências nos outros browsers, desde a Speed Dial, criação de notas e até a organização de como visualiza as diferentes páginas abertas. Mas ao contrário dos outros browsers (ver os links anteriores) o Opera contém estas funções de raiz. Assim é apresentado ao utilizador como fazer uso destas funções algo adormecidas por esquecimento ou pela ausência do seu conhecimento.

1. Instalação de Widgets

Neste ponto o Ubuntued irá apresentar uma forma de expandir o seu Opera ao seu Ambiente de Trabalho (também denominado por Desktop) através de instalação de Widgets. Os Opera Widgets são ferramentas algo semelhantes ao Google Gadgets.

Para instalar os widgets basta ir ao Opera menu→Widgets→Obter Widgets tal como pode ver na imagem.

Na página que surge podem escolher através das categorias que se encontra à esquerda, ou então para verificar se já existe algum widget com um nome chave ou uma funcionalidade através do campo de procura.

Depois da pesquisa realizada, pode clicar na imagem do widget para abrir uma página onde poderão visualizar toda a informação referente à mesma.

Em qualquer uma dessas páginas pode instalar através do botão Install.

Para a demonstração dos passos necessários a seguir, foi tomado como exemplo o widget Weather forecast. Para tal basta clicar em Instalar na janela que surgir.

Depois de instalar, aparece uma janela a indicar que se pode carregar o widget pela aplicação criada pelo Opera ou pelo Gestor de Widgets Opera. Podem seleccionar se querem ou não que o widget arranque assim que pressionar o botão Terminar.

Quando o widget for lançado pela primeira vez poderá pedir que o utilizador insira algo, neste caso pede a localização para que possa apresentar correctamente a meteorologia.

Ficando com um resultado algo semelhante a este:

Depois de instalar o(s) widget(s) para os gerir basta ir a Opera menu→Widgets→Gerir Widgets, onde os poderá abrir ou desinstalar.

Para arrancar um dos widgets sem recorrer ao Opera, poderá ir a Aplicações→Outro e seleccionar o widget como se de outro programa se tratasse.

2. Alteração do modo de visualização

O Opera permite a alteração das vistas dos separadores (Tab), de forma a garantir que o utilizador possa trabalhar/navegar comodamente, podendo ou não ver mais que uma página em simultâneo. O comportamento dos separadores assemelha-se ao controlo das janelas de um Sistema Operativo. Por defeito, quando se instala o Opera, todos os separadores abrem Maximizados, pode no entanto Minimizar, Restaurar, organizar em Cascata, Mosaico Vertical ou Horizontal.

Na imagem que se segue é possível visualizar todos os diferentes tipos de organização.

3. Faça apontamentos enquanto navega

Neste navegador existe uma excelente ferramenta para auxiliar os utilizadores, que precisam de tirar apontamentos de conteúdos enquanto navegam. Esta funcionalidade é bastante simples de usar, basta seleccionar texto na página que se encontram. Com o botão direito do mouse sobre a selecção e escolham a opção Copiar para Nota.

Depois de efectuada a viagem pelos diversos sites onde foi buscando informação, pode consultar o texto apontado em Opera menu→Notas. Lá verá (ao passar com o mouse por cima dos itens) que além do texto, foi guardado o link, a data e a hora. Ao clicar em cada elemento presente à esquerda, verão que à direita surge apenas o texto que fora sublinhado, podendo juntar notas da parte do utilizador.

4. Bloqueie Conteúdos

Muitas das vezes o utilizador entra numa página deparando-se com conteúdos que estorvam a visualização de outros conteúdos e/ou publicidade que consome algum tráfego extra fazendo com que a página demore mais algum tempo a carregar. Para bloquear esses conteúdos, basta clicar com o botão direito do mouse num espaço livre da página e seleccione a opção Bloquear Conteúdo…

Tudo o que aparecer com as cores originais pode ser bloqueado/desbloqueado, no entanto tudo o que aparecer a branco não se pode mexer. No final basta seleccionar Concluído. Pode no entanto Cancelar a acção e/ou ver os Detalhes onde se encontra a informação do que já se encontra bloqueado.

De seguida apresenta-se um exemplo da aplicação desta dica (o antes e o depois do bloqueio de conteúdos).

5. Adicione extensões à sua Speed Dial

O Opera sempre foi um dos impulsionadores de funcionalidades e aspecto. Actualmente a equipa encontra-se a melhorar e a dotar a Speed Dial de mais funcionalidades. Para além do seu aspecto renovado e da simplificação na adição de sites (bastando clicar na janela que contém um + no seu interior) também alargou a adição de extensão a esta página. Assim os utilizadores ficam com a capacidade de possuírem um relógio, um calendário ou até mesmo citações do dia. A adição das extensões fazem-se da mesma maneira que na adição de um site, basta clicar em + e no balão que surge clicar em Obter mais extensões.

Na página que abrir apenas irá encontrar extensões para serem usadas pela Speed Dial, agora basta escolher a que mais se adequar às suas necessidades.

Para exemplificar optou-se por Calendar, que insere um calendário mensal com o dia actual realçado. Para continuar, clique em Instalar.

A instalação será mais simples que a de um widget, aparecendo de seguida uma caixa de notificação a avisar que esta concluiu.

Para visualizar as opções que tem em cada extensão, basta clicar sobre ela com a tecla direita do mouse.

Ao seleccionar Preferências tem acesso às opções de personalização da extensão, neste caso da cor de fundo e do zoom.

~*~

Deixem as vossas sugestões de widgets, extensões e de dicas que queiram compartilhar!

12 Respostas ate agora.

  1. Clayton Maciel diz:

    Eu uso o opera a muito tempo, gosto dele por já possuir muitos recursos por padrão e desde a versão 11 ele deixou os outros navegadores comendo poeira.

    Para quem acessa um site por vez e não precisa de nenhum recurso avançado eu recomendo o chromium (ou chrome – tanto faz), mas se vc acessa várias páginas ao mesmo tempo, gosta de usar recursos avançados do navegador e gosta de mesmo assim ter desempenho, opera é o recomendado pra vc.

    O recurso de agregar abas é muito bom, o sincronismo entre o opera de casa, do celular e do trabalho funciona perfeitamente, o menu de acesso rápido (F12) permite desativar todos os plugins o que, além da opção do opera turbo, acelera sua navegação, o ctrl + tab é inteligente (ele vai e volta), o speed dial dele ainda não conseguiram copiar direito, ele já possui um cliente de e-mail e um leitor de RSS integrado, dentre outros.

    Infelizmente ele não é 100% compatível com todos os sites, portanto vc deve ter o firefox instalado para o caso de uma emergência (hehe), no meu caso uso o firefox para acessar o banco, o chromium para acessar um site apenas e rápido e o opera para todo o resto.

    Muito bom o artigo.

    VIVA o ubuntu!

  2. ometodoilizarov diz:

    Desde o lançamento do opera eu o utilizo. Hoje muito pouco porque não sei onde está o autocompletar, e esse recurso me ajuda muito nos outros navegadores.

  3. Não sabia que o opera era tão poderoso assim com estes widgets. Vou experimentar depois.

  4. Já tive um problema parecido com o do Isaac. Até parei de usar o Opera no Ubuntu por um tempo, por conta disso.

    O problema, é que quando estudo japonês, eu uso o iBus como método de entrada para poder escrever em hiragana e katakana.
    E usando o iBus, os acentos no Opera simplesmente não saem (no NetBeans também não).

    A solução foi voltar pro método de entrada padrão.

    Só que agora para escrever em nihongo eu preciso ficar mudando, o que não é muito produtivo =/

  5. Teste diz:

    Teste dos comentários

  6. Isaac Dias diz:

    Não sei agora, mas no passado quando usava o Opera na distro Mandriva, volta e meia o browser parava de acentuar palavras digitadas nele.

    • Luís C. diz:

      Olá Isaac Dias,

      Em tempos isso também me aconteceu (o truque estava em minimizar a janela do Opera e voltar a maximizar, acontecia muito quando estava na página do hotmail a compor uma mensagem :( ). Desde a versão 11, do Opera, que não tenho problemas desses :)

      Abraço,
      Luís Cardoso

  7. clinis diz:

    Gostei de ver um artigo sobre o Opera :D

  8. Cláudio Novais diz:

    Luís, muitos mas mesmo muitos parabéns pelo artigo! Para além de abordar aspetos interessantes, aborda com uma estrutura muito apelativa e ainda engloba muitos artigos do Ubuntued para quem precisar de alguma funcionalidade semelhante mas noutro software!

    Excelente artigo! Parabéns mais uma vez! ;)

Deixe uma resposta a Cláudio Novais