Um glossário é um extra muito interessante num relatório ou tese ou outro qualquer texto mais elaborado. Desta forma, nesta mensagem, ensinarei a construir um glossário em Latex e explicarei como pode usar o glossário para criar uma lista de siglas ou acrónimos.


Infelizmente esta funcionalidade não trabalha autonomamente, sendo necessário construir, com um simples comando do terminal, um glossário à parte.


De forma a contornar este pequeno problema, aconselho a usar um makefile (que mais tarde explicarei como se faz) para compilar para pdf.

Então, para criar um glossário é necessário adicionar um prefácio de forma a indicar ao compilador que usará esse pacote. Portanto, no início do documento, onde deve ter outros prefácios, adicione este:

\usepackage{glossary}


Pode, logo de seguida, adicionar a seguinte linha, para criar um ficheiro .glo, que será utilizado mais adiante:

\makeglossary


Agora que tem o prefácio, é só começar a adicionar-lhe entradas. Para adicionar basta seguir esta nomenclatura:

\glossary{name={Nome da entrada}, description={Descrição da entrada}}


Assim, se por exemplo eu escrever o seguinte:

\glossary{name={Ubuntu}, description={Ubuntu is a community developed, linux-based operating system that is perfect for laptops, desktops and servers.}}


O resultado será este:

Ubuntu Ubuntu is a community developed, linux-based operating system that is perfect for laptops, desktops and servers.


Ou seja, negrito no nome, e a descrição de seguida com o tipo de letra normal.

Para adicionar o glossário, utilize a seguinte linha.

\printglossary


Tenha em atenção que o glossário será posto no sítio onde estiver esta linha.

E, vem a parte mais complicada de entender: se você compilar, agora, o seu ficheiro, não aparecerá nenhuma entrada no glossário. Isto acontece porque o pacote glossary não encontrou o ficheiro .gls com as várias entradas. Então, para criar o dito ficheiro, é necessário ir ao terminal, localizar-se na pasta do ficheiro .tex e escrever a seguinte linha:

makeindex documento.glo -s documento.ist -t documento.glg -o documento.gls


Como pode verificar esta linha está a usar ficheiros que você desconhece. Alguns dos ficheiros são as entradas indexadas aquando da última compilação. Então, o que esta linha faz, é pegar nos ficheiros .ist e .glo e criar, a partir destes, dois ficheiros do tipo .gls e .glg. Deste resultado o que interessa é o ficheiro .gls, que será utilizado na próxima vez que compilar.

Portanto, o processo para criar o glossário (depois de ter adicionado as várias entradas) é o seguinte:

  • Compile o seu ficheiro .tex (de forma a criar os ficheiros .glo e .ist);
  • Corra a linha anterior do makeindex (para criar o ficheiro .gls);
  • Compile, novamente, para criar o ficheiro .pdf (ou outro formato qualquer) a partir do glossário existente no ficheiro .gls.

Por causa destas 3 linhas, aconselho a usar um pequeno makefile com os 3 processos.

Utilizar o pacote glossary para gerar listas de siglas ou acrónimos

Como pode ver, a apresentação dos dados no glossário é uma simples lista, com duas entradas. Assim, pode-se usar este mesmo modelo, mas com o título diferente.

Para mudar o título basta usar a seguinte linha:

\renewcommand{\glossaryname}{Novo título}


Atenção: deve usar esta linha mesmo antes da linha printglossary, uma vez que existe pacotes que modificam o título para o original, exemplo deles é o \tableofcontents.

Caso tenha dúvidas aconselho a ver o FAQ (acrónimo da expressão inglesa Frequently Asked Questions) do glossary disponibilizado neste site.


11 Respostas ate agora.

  1. A laparoscope (tube with a camera on the end) and other instruments are put through the incisions. ,

  2. Kocham twojego wujka – Janczewska Ewa ,

  3. If your partner may become pregnant and you wish to avoid pregnancy, be sure to use an effective form of birth control. ,

  4. I found that caffeine counters this effect, but I haven’t asked my doctor yet if it is okay to take caffeine with Vicodin (I read the warning label twice and didn’t find anything mentioned there). ,

  5. The [b]side effects of norvasc tab 5mg[/b] i’m spinning is rivastigmine addictive for a naturopath but i depersonalizion at the planar crack if it’s flakiness related, i don’t need how but i vicoden you can have subnormal enterococci with contemplating the habit.

  6. 5 to 100 mg injected into a joint, lesion, or muscle, or under the skin as often as necessary, as determined by your doctor. ,

  7. Hence, it is significantly recommended to co-administer [i]avandia online description chemistry ingredients[/i] and prezista, with or without ritonavir.

  8. Estava tentando descobrir como fazê-lo, depois de ler Lamport. Obrigado por compartilhar o conhecimento.

  9. [...] Glossários e listas de siglas ou acrónimos em latex [...]

Deixe um comentario