Este artigo está desatualizado.
Clique aqui para visitar a nova página.

Repositório Medibuntu

Ao contrário de muitas distribuições Linux, o Ubuntu tem como objetivo principal ser distribuído livremente em todos os locais possíveis do mundo. Ora, nem todos os países permitem que essa distribuição seja feita se houver software proprietário (mesmo o freeware). Por esse simples motivo, o Ubuntu não traz determinados pacotes que lhe podem ser, a si, muito úteis, nomeadamente o Adobe Acrobat Reader, Google Earth, Skype, Real Player e até alguns codecs para leitura de ficheiros multimédia proprietários e DVDs encriptados.

Então, neste artigo apresentamos-lhe o repositório Medibuntu que disponibiliza todos esses pacotes que não foram incluídos no Ubuntu nem estão disponíveis nos repositórios oficiais do Ubuntu. Este artigo é extremamente simples e apresenta um procedimento muito rápido de adição deste repositório, por isso, continue a ler e adicione já este repositório.

Instalação do repositório Medibuntu

A instalação, ou adição, do repositório Medibuntu no Ubuntu é extremamente simples caso utilize o terminal, pois resume-se a executar um comando disponibilizado neste artigo. No entanto, nem todos os utilizadores gostam de utilizar o terminal e, nesse sentido, neste artigo também se apresenta o modo de instalação do repositório através de janelas.

 

Instalação via Terminal (instalação simples)

Tal como referido no início desta secção do artigo, a instalação do Medibuntu via terminal é muito simples pois resume-se a copiar o comando abaixo. Assim, abra o terminal em Aplicações →Acessórios →Terminal (ou Consola) e copie o seguinte conteúdo:

sudo wget --output-document=/etc/apt/sources.list.d/medibuntu.list http://www.medibuntu.org/sources.list.d/$(lsb_release -cs).list && sudo apt-get --quiet update && sudo apt-get --yes --quiet --allow-unauthenticated install medibuntu-keyring && sudo apt-get --quiet update

 

Instalação via janelas

Esta instalação do repositório Medibuntu não é tão simples quanto a apresentada acima, no entanto, pode ser requerida por alguns utilizadores que não gostem de utilizar o terminal.

Assim, para começar, deverá fazer download da chave de GPG, que é uma chave de autenticação que aumenta a segurança na transferência de aplicações. Para tal, clique no link seguinte e faça “Guardar página como…”

Chave GPG

A gravar a chave GPG
Deverá guardar o ficheiro num local de fácil acesso para, nos próximos passos o utilizar.

A guarda no disco a chave GPG

De seguida, deverá abrir o gestor de definições do Ubuntu, clicando no botão do canto superior direito do monitor (o botão de desligar) e escolhendo a opção “Definições do Sistema”.

A abrir as Configurações do Sistema
Na nova janela, deverá abrir a aplicação “Canais de software”, que permite adicionar novos repositórios:

A abrir Canais de Software
Será apresentada uma janela semelhante à da imagem abaixo e deverá, então, clicar na aba “Autenticação” para adicionar a chave de autenticação que transferiu no primeiro passo.

Aba autenticação contém as chaves de autenticação adicionadas ao seu Ubuntu
Na aba “Autenticação” clique no botão “Importar Arquivo de Chave…” para adicionar então a chave que transferiu.

A iniciar adição de chave de autenticação

Será aberta uma nova janela em que deverá selecionar o ficheiro que transferiu anteriormente.

A escolher o ficheiro chave de autenticação que transferiu anteriormente

Por fim, depois de selecionar o referido ficheiro, escolha a aba “Outro Software” e clique no botão “Adicionar…”

A abrir aba "Outro Software"

Será aberta uma nova janela em que deverá copiar o seguinte conteúdo:

deb http://packages.medibuntu.org/ oneiric free non-free

A adicionar repositório medibuntu
Depois feche as janelas e, caso o Ubuntu pergunte, atualize a lista de pacotes para ter acesso às novas aplicações vindas deste novo repositório.

 

32 Respostas ate agora.

  1. Fernando diz:

    Além do negócio ser de graça esse povo ainda quer exigir, gente, o software é da CANONICAL eles fazem o que eles quiserem

  2. Herculano Marques diz:

    meus amigos vcs estão viajando na maionese o unbutu 11.10 tá show de bola não joguem no umbutu a ignorancia de vcs já tive problemas mas tá uma belezuraaaaa agora, a única coisa que tem agor aé a energia não pega a função e a luz , e nem mais aquela linha de comando que iria de 0 7, mas um amigo meu já descobriu uma parada nova na inicialização do sistema segura-se o alt e depis botão diretito lá tem muitas coisas que odem ser confuguradas vou ver lá hj e mostro o video no yotube flows

    mas tirando isso belezura não inventem que o lnux está ruim porque é mentira está muito bom

  3. Saturnino diz:

    Ao ligar o laptop em uma tv plasma via hdmi a resolução ficou com refresh rate de 50hz… mas o ideal é 60hz. No 11.04 já acontecia isso e facilmente eu conseguia alterar o refresh rate pelo aplicativo monitor. E agora?
    A única forma que encontre foi, toda vez que uso a TV, deligar a tela do laptop, deixando apenas a tela da TV ativa e executar o comando:
    $ xrandr -s 1280×720 -r 60
    Alguém com mesmo problema e uma solução melhor?

  4. Galera, expliquem como colocar o GNOME como padrão no 11.10, no caso de quem utiliza login automático.
    Eu, para acessar o GNOME, preciso encerrar a sessão e, na tela de login, escolher Gnome.
    Não tem como deixar o GNOME como meu ambiente gráfico utilizando login automático?
    Obrigado.

  5. By_Rooney diz:

    Amigos, depois que atualizei o meu Ubuntu 11.04 para o 11.10, não me conformei com a interface e instalei os recursos do Gnome para voltar à interface que eu já utilizava e que para mim é mais funcional. Porém, após utilizar a dica para adicionar o repositório Medibuntu, o sistema não inicia mais as ferramentas Gerenciador de Atualizações ou o Gerenciador de Pacotes Synaptic, e envia a seguinte mensagem de erro:

    E: Tipo '<!DOCTYPE' não é conhecido na linha 1 na lista de fontes /etc/apt/sources.list.d/mediubuntu.list
    E: A lista de origens não pôde ser lida.
    Configure as opções de repositórios para corrigir o problema.
    E: _cache->open() failed, please report.

    E não deixa outra opção a não ser encerrar o aplicativo.

    Alguém poderia me ajudar a reverter o processo?

    Agradeço por antecipação!

  6. Vinicius diz:

    Pessoal as restrições de personalização se deve ao fato da substituição do gnome2 pelo gnome3, esse ainda vai amadurecer e muito nada tem haver com o ubuntu o a canonical, façam o teste ai, instalem o gnome-shell e fazer o login pelo modo clássico (padrão), vai ter as mesmas restrições de personalização que estão tendo a utilizar o unity, mas aos pouquinhos as coisas vão evoluindo, relaxem!

  7. Ivair diz:

    Já no meu caso, o Ubuntu 11.10, parece que foi feito pra mim, e quanto mais o conheço, menos entendo, como tem pessoas que ainda se sujeitam a escravidão imposta pela Microsoft.Comecei usando o Kurumin (otimo), atualmente , uso Ubuntu 11.10, e Slack 13

  8. pfornellas diz:

    Tem gente que tem MEDO do novo! Ou PREGUIÇA de aprender o novo! Pra esses ainda existe o terminal! Ou talvez não nunca ter deixado de usar o Janelas Noventa e Cinco.

  9. Fabrício Souza diz:

    Migrei para o Ubuntu na versão 10.04, quando saiu a 10.10 não achei que tinha mudado grande coisa, mas após a versão 11.04 pensei:

    - Vou ficar com o 10.10 até sair o 11.10, quem sabe não vem melhor?!

    Resultado: Não veio melhor.

    Se tinha uma coisa que podia esfregar na cara de quem ridicularizava o Ubuntu, era a imensa variedade de personalização do sistema (ícones, controles de janela, decoração de janela, cores), e tudo de forma muito simples.

    Agora o 11.10 restringiu as possibilidades de personalização por parte dos usuários tal como faz a Microsoft, teremos que ficar editando registros e fazendo "gambiarras" da mesma forma como os utilizadores do Windows fazem para mudar um ícone qualquer.

    A Canonical está dando um tiro no pé.

  10. clerto diz:

    voltando pro linux mint, esse sim e perfeito.

  11. André Gomes diz:

    Voltei a usar o Linux Mint 11. Muito bom. Vou esperar um pouco o lançamento do Linux MInt 12 e como estará o Ubuntu 11.10 para tomar uma decisão final. O Ubuntu 11.10 foi uma decepção para mim. Eu que inicei no Linux com o Ubuntu 8.04 estou frustrado com a Canonical.

  12. angelo vianna rodrigues diz:

    Amigos, o Ubuntu jah possui tudo, para que instalar softwares proprietarios?

  13. Thiago diz:

    Gente, acabei de instalar, e sinceramente já me arrependi, estou querendo voltar ao 10.10, cadê aquela coisa de personalizar tudo, aquela liberdade de moldar o ubuntu ao nosso estilo? sinceramente … muuuuuuito arrependido … o colega está ajudando muito… e está de parabéns … mas a Canonical está dando mais um passo na direção errada… pois toda a facilidade obtida em anos eles estão jogando fora… e essa coisa de querer deixar o UBUNTO parecido com OS para tablets e celulares está desvirtuando a coisa, pois se o UBUNTU tem diversos sabores … porquê não mais um sabor para tablets e celulares, pow sinceramente não gostei nada do Unity … mesmo indo para o Gnome Classic … não é a mesma coisa … vou tentar me adaptar com o KDE pelo qual nunca gostei por lembrar muito o Windows … me desculpem o desabafo … mas se continuar desse jeito acho que não saio mais da 10.10…

  14. PereZ diz:

    Claudio, após adicionar esse repositório, é interessante digitar o comando "sudo apt-get install aacgain aacplusenc acroread-fonts alsa-firmware app-install-data-medibuntu apport-hooks-medibuntu hot-babe ices libavcodec-extra-53 libavdevice-extra-53 libavfilter-extra-2 libavformat-extra-53 libavutil-extra-51 libdvdcss2 libdvdcss-dev libpostproc-extra-52 libswscale-extra-2 medibuntu-keyring mencoder mplayer-doc mplayer non-free-codecs rmconverter w32codecs", ou nada a ver?

  15. Petrucchio diz:

    Mais um excelente post do Cláudio , ajudando e muito os novatos como eu.
    PERGUNTA: Vai ter que ativar/adicionar o repositório "Partner" como no 11.04 para instalar o pacote de multimídias?? codecs , java … essas coias.

    Valeu e parabéns pelo site.

  16. Emanuela diz:

    Eu também estava na espera e já estou instalando o pacote nesse momento… Vocês são ótimos!
    Espero que em breve tenhamos mais artigos sobre o Oneiric.
    Muito obrigada!

  17. pontonulo diz:

    estava mesmo a espero disto obrigado! :D

Deixe um comentario